Dicas Para Um Freelancer Novato

By | outubro 30, 2006

Quem sou eu para dar dicas para o trabalho de Freelancer? Humm, pensando bem eu talvez até tenha alguma experiência. Depois de 10 anos em minha empresa onde tenho que lidar com clientes no meu dia-a-dia, elaborando propostas até desenvolvendo aplicativos Web, inclusive trabalhando como suporte também. Algumas dicas são bem básicas outras menos, mas sempre bom lembrar de todas principalmente das mais básicas.

  1. Trabalhe com prazos justos. Seja honesto com o cliente quanto a um prazo, mesmo que você ache que ele não vai gostar de ter que esperar. Irá gostar muito menos se não cumprir o que prometeu. As datas devem ser sólidas.
  2. Documente todo o processo. Se trocar emails, organize eles em pastas fáceis de se encontrar, se for a reuniões, faça atas sobre o que foi acordado e o que será feito no trabalho, mostrando sempre ao cliente e tomando sua aceitação.
  3. Defina um projeto que tenha eventos e datas de início, meio e fim para cada trabalho que fizer.
  4. Agradeça ao cliente. SEMPRE. O cliente tem sempre razão em 99% das controvérsias.
  5. Mantenha postura profissional ao telefone ou em reuniões. Não trate o cliente como amigo, evite encontros não profissionais com eles a não ser que convidado.
  6. Tenha plano de saúde. Como freelancer, você trabalha pra você mesmo e não tem como apresentar justificativa pra falta. O prejuízo tanto de perda de trabalho, como de pagar altas contas em hospitais vai custar caro.
  7. Faça um plano de previdência privada. No futuro você vai se agradecer por isso.
  8. Gerencie seu tempo. Faça um planejamento de quantas horas você pretende trabalhar durante a semana. Desta maneira você terá mais tempo livre de uma forma organizada e profissional.
  9. Esteja sempre motivado. Um ótimo motivo pra levantar da cama é ter que pagar contas. Um homem contrai contas para planejar como paga-las. Esta será a tua vida até ter um rendimento estável.
  10. Entenda seu modo de trabalho. Quando você gosta de trabalhar? À noite? Durante o dia? Pergunte a si mesmo as condições melhores para que você possa fazer, enfim, o que gosta e quando gosta.
  11. Invente uma maneira para tirar férias, mesmo que isto signifique perder algum dinheiro. Volto aqui ao item de dar expectativas verdadeiras aos clientes, se você diz que vai tirar férias com algum adiantamento, seus clientes entenderão.
  12. Aceite a viver sob stresse. Você terá que arranjar cliente, atendê-lo da melhor forma possível e não perde-lo nunca. É um processo interminável de novas situações e conquistas que você terá que se adaptar.
  13. Não se desespere quando não houver trabalho, ao invés disso, use esse tempo para aprender algo novo em seu ramo de trabalho. A internet está cheia de livros grátis e tutoriais. Sempre há trabalho a fazer, mesmo que seja se preparar para quando o cliente aparecer.
  14. Tente conhecer pessoas no ramo de freelancer. Entre em contato com elas em grupos na internet, no Yahoo grupos ou Google, você conhecerá pessoas que poderão te ajudar nos momentos do trabalho com dicas valiosíssimas. Esta rede de pessoas pode trazer conhecimentos preciosos.
  15. Ligue para seus clientes para perguntar se está tudo bem. Crie uma lista de clientes e quando você ligou a última vez, com uma anotação da data e do que ouviu. Isso pode garantir pontos no futuro relacionamento com eles.
  16. Quando em reuniões, saiba o momento de quebrar o clima profissional descontraindo o cliente. Sua empatia será sempre lembrada, às vezes mais do que suas qualidades técnicas.
  17. Não conte com outras pessoas para fazer o trabalho àrduo. Você é a chave do processo.
  18. Tenha um website com o domínio da sua empresa www.suaempresa.com, um email com esse domínio VOCE@SUAEMPRESA.com. Atualmente isso representa um custo muito pequeno e será levado em conta na hora que analisarem sua empresa e seu profissionalismo.
  19. Tenha sempre um cartão pessoal na carteira.
  20. Não entregue um trabalho final sem pagamento. Pode parecer óbvio mas mesmo com os clientes mais amigos, que pagam melhor, defina pagamentos por etapas de conclusão do trabalho, desta maneira você minimiza eventuais prejuízos com mal pagadores.

Peguei algumas das dicas do site de um freelancer que o famoso blog LifeHacker indicou. Como era ingês, fiz a tradução e acrescentei meu ponto de vista e alguns tópicos diferentes.

Espero que gostem.