Como fazer um modelo de currículo profissional – parte I

By | setembro 12, 2007

Curriculo Profissional

Fazer um currículo profissional não é das tarefas mais complicadas mas também não é das mais fáceis. Simples detalhes podem fazer toda a diferença, lógico que pode aparecer alguém e gostar mas existe um padrão profissional que o mercado exige e que deve ser seguido a não ser que você arrisque porque tenha uma opinião diferente e sustentará isso na hora da entrevista. Vamos lembrar que o currículo não é para garantir emprego e sim a entrevista.

Lembro que você não precisa ter necessáriamente o Microsoft Office pois existe uma excelente opção, totalmente compatível e bem parecido, o OpenOffice.

Vamos falar primeiramente da parte geral, o que um currículo deve ter e não deve ter? Começo pelo que não deve:

1 – Mentir ou aumentar sobre suas qualidades.
2 – Não ter mais que uma página a não ser que você tenha mais de 10 anos de experiência.
3 – Papel perfumado ou com imagens ou papel diferente do normal. Use tipo carta e evite problemas.
4 – Fonte “Times New Roman”. A maioria dos currículos é feita no Microsoft Word e esta fonte vem por padrão. Existem fontes melhores no mercado, falarei disso depois.
5 – Erros ortográficos. Isso mataria qualquer chance sua de obter uma entrevista. Use o corretor do Word ou peça pra algum professor ou pessoa que entenda mais de português que você para ler e tentar corrigir.

O que deve estar no seu currículo? Como escrever?

1 – Comece colocando seu nome, endereço, telefone e email. Lembre-se que o email não deve ter seu apelido e sim algo como seu nome.sobrenome@hotmail.com nada de fezinha77@hotmail.com ou caca83@hotmail.com

2 – Escreva um objetivo, sobre o que deseja trabalhar.

3 – Escreva sobre sua educação, apenas universidade ou cursos superiores. Onde estudou, quando, méritos ou trabalhos escolares realizados em especial.

4 – Fale sobre sua experiência profissional. A maioria dos currículos é em ordem cronológica. Isso significa escrever tudo o que fez do mais recente para o mais antigo. Escreva quando e onde trabalhou, cargo ocupado e resumidamente o que fazia.

5 – Escreva por último suas habilidades em informática e certificações profissionais.

Esta fórmula pode parecer óbvia mas com certeza funciona. Recebo diversos currículos para analisar e realmente fica mais fácil quando está assim organizado. No próximo artigo vou mostrar alguns aspectos técnicos do Word ou OpenOffice de como chegar neste resultado final.

Baixe este modelo de currículo.

Versão Office (baixe o OpenOffice Gratis):

curriculo.doc

Continue lendo: “Como fazer um modelo de curriculo profissional PARTE II”.

  • ismael

    😈 😀

  • camilla

    não tem um modelo de um corriculo em branco para as pessoas se basearem, em fim não tem nada doque alguem procura

    • Gus

      Camila, você não precisa de um currículo e sim de uma aula de português.