Escolhendo Melhor Servidor de Hospedagem – Media Temple.Grid Server

By | junho 17, 2008

(mt) Media Temple - (gs) Grid-ServiceNovamente essa semana eu troquei o servidor de hospedagem deste blog. Toda operação talvez tenha passado desapercebida para todos leitores embora um ou dois comentários tenham sido perdidos. Resolvi contar a história porque acho importante compartilhar este tipo de experiência quando neste ramo de blog o que encontramos é muita picaretagem em termos de hospedagem de sites.

Já havia escrito um artigo sobre como escolher uma empresa de hospedagem de sites mas acho que o assunto deve ser aprofundado. Quando você começa a ter muitas visitas no seu blog, se for você que faz tudo verá que não é um trabalho fácil.

Estava hospedado no ResellerZoom numa conta de FailOver que custa 24 dólares por mês. Nada barato comparando com Dreamhost ou Bluehost que cobrarm 8 dólares por mês. O acesso ao site estava até bem rápido mas observando os logs de erro (sempre olhe os logs de erro do servidor!) percebi diversos do tipo “Internal Server Error – 500”.

Quando perguntei ao suporte o que poderia ser todos aqueles erros, eles me disseram que quando um script php atinge uma utilização de CPU maior do que o limite permitido de 20% da máquina em servidores compartilhados, o script é terminado e gera o erro 500. Isso para não prejudicar outros usuários.

Leia mais: resolvendo problemas de alta CPU no WordPress.

Em outras empresas de hospedagem, como no Hostgator, simplesmente seu site pode ser banido por passar do limite. Isso me leva a pensar em algumas perguntas que devem ser feitas quando se contrata um serviço de hospedagem:

1. Qual o limite de CPU em porcentagem e de memória que posso utilizar?

2. Quantas vezes posso ultrapassar o limite?

3. O que acontece se o site ultrapassar do limite de utilização de CPU ou memória?

4. Como eu posso monitorar a utilização de CPU ou memória que estou usando para poder evitar qualquer problema ultrapassando o limite permitido?

5. Com quantas pessoas eu divido a CPU do meu servidor? (essa talvez nunca seja respondida).

Pense que saber quanto você utiliza de CPU é algo complicado se não houver ajuda da empresa, e muitas vezes é interessante para elas esconder essa informação. Um script pode utilizar 100% da cpu em 1 segundo ou 30% em 3 segundos. Tem que se calcular uma média e saber qual script (no caso aqui um script pode ser interpretado como uma página web) para então poder trabalhar para identificar quem está causando a utilização imprópria do servidor.

O que acontece na maioria dos servidores compartilhados é que a empresa acaba vendendo muito mais contas do que tem de capacidade para oferecer. No meu caso tenho um blog WordPress comum, apenas com um médio volume de tráfego e nada que oferece qualquer perigo a empresa.

Quando você reclama com a empresa eles sempre dizem que o seu site está executando um script mal codificado e que a culpa é sua, e vejam que no meu caso eu batalhei para tentar descobrir o problema, desativei diversos plugins e otimizei o meu tema. Esse problema aconteceu em todos as empresas por que passei, Dreamhost, Hostgator e ResellerZoom.

Eu acredito que exista muitos clientes com sites mal escritos e realmente impróprios mas existe também muita incompetência destas empresas. Com alguma experiência você para de ser enrolado pelo pessoal de suporte e sabe quando deve mudar de servidor de hospedagem.

O ResellerZoom até me recomendou a sua divisão de VPS (virtual private server) chamada de modvps.com para que meu site ficasse com mais capacidade. Fiz a mudança. Fiquei lá por 2 dias e graças a Deus que essas empresas americanas reembolsam o que você paga em até 30 dias caso você esteja insatisfeito, pois o VPS era muito mais lento do que minha conta compartilhada. Com certeza por incompetência do ResellerZoom. Um vexame onde o suporte acusava meu site de estar usando muita cpu. Vejam que um simples blog WordPress com todos plugins desativados deixa um VPS lento. Ou seja, a culpa era dos desenvolvedores da ferramenta de blog mais utilizada do planeta.

Foi então que lendo um artigo no site do Joost de Valk, acabei perguntando qual a empresa de hospedagem que ele usava e ele me recomendou o Media Temple Grid Server com MySQL Container. Novamente mudei o blog de casa.

Hoje acredito que meu pesadelo de hospedagem tenha terminado e posso agora crescer em paz com esse blog até porque tenho que pagar todo mês a bagatela de 40 dólares (20 do Grid e 20 do MySQL container). Estou muito feliz pois no Media Temple eu tenho como responder as minhas perguntas do começo deste artigo, sei exatamente o que posso usar e tenho como aferir isso. Devo escrever a respeito do Media Temple Grid Server brevemente.