Como foi o Ataque de DDoS Que Parou o Twitter

By | agosto 7, 2009

Ontem no dia 6 de agosto vimos como um serviço na internet usado por milhões de pessoas pode ser frágil diante de um simples ataque de hackers. O Twitter ficou fora do ar um bom tempo e se você tentasse acessar sua página veria a imagem tradicional que o servidor está ocupado, demorando para responder.

Como funcionou esse ataque ao Twitter?

twitter-down

A técnica usada chama-se DDoS (Denial-of-service), é bastante simples e pode ser explicada facilmente fazendo uma analogia com algo que todos possam entender. Imagine uma pesquena porta onde várias pessoas precisam passar ao mesmo tempo, agora imagine pessoas muito grandes em bastante número tentando a passagem. Uma hora tudo para pois a passagem é bloqueada.

O ataque de ontem foi provavelmente feito através de vários computadores espalhados pelo mundo inteiros comandados automaticamente por um servidor. Na verdade estes computadores são na maioria das vezes de pessoas como eu ou você que foram infectadas por algum tipo de vírus ou cavalo de tróia que deixa o sistema operacional aberto a ser comandado remotamente.

O contrário do que podem pensar, o DDoS não causa prejuízo material, dano ao software ou hardware, simplesmente ocupa o servidor de forma que ninguém possa mais acessar. Quando o ataque para, tudo volta a funcionar normalmente.

Por ser tão decentralizado e de simples implementação, rastrear o responsável é quase impossível. Mesmo o computador mestre que comanda o ataque é raramente encontrado.

O que usuários comuns podem fazer? Não muito, apenas proteger seus computadores para que não sejam usados nestes ataques. Se o seu já foi usado, dificilmente você vai saber…