Some words about true

A verdade. O que ficou, é a verdade.
Ninguem sabe, tudo se foi, e o que restou de nos, agora,
pode ser a verdade.
Quem pode dizer o que e certo. Talvez o seja, talvez nao,
e no fim da historia, o que restou.
Talvez sejamos estranhos para a verdade mas que assim o seja,
nao tenho perguntas pois um dia eu tive certeza do que ficou,
e eu posso ir em frente, feliz quando o que eu podia fazer para
que tudo fosse da melhor maneira possivel foi verdade naquele tempo.
Estranhos para uma verdade que nao queriamos, estranhos para um futuro que nao era o nosso, apresentamos a nossa versao para um tempo que passou, maravilhosamente e, nao voltará.
O que ficou, nos sabemos que é a verdade, que levaremos todos os dias dentro de nós, nos fez melhor ou não, mas nosso caminho foi seguido.
Não sei o que dizer, o tempo passou e olho pra frente, direi amanhã, bom dia pra você, sempre.

I don’t know your face no more

Or feel your touch that I adore

I don’t know your face no more

It’s just a place I’m looking for

We might as well be strangers in another town

We might as well be living in a different world

We might as well
We might as well
We might as well

Outros textos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.