Recomendações Literárias

By | maio 9, 2008

Seguindo o artigo da Ingrid sobre os melhores e piores livros da estante, resolvi fazer a minha lista. Livros não são troféus para estarem na estante, são que nem amigos, as vezes você escolhe eles, as vezes eles te escolhem. A maioria dos livros me escolhe. Não sou de ler muitos livros, tenho pouca concentração pra isso, e por este motivo escolho livros curtos, mas bons. Não acredito que ler livros em quantidade traz cultura. Antes de ler qualquer coisa atual, acho uma obrigação ler os clássicos. Sou daqueles que acham que a cultura anda em declínio.

Os meus livros preferidos, consegui escolher poucos:

1. 1984 – George Orwell. Uma história impressionante que esclarece muito da realidade política.

2. O Muro – Jean-Paul Sartre. Livro fininho mas com vários contos. Sartre escreve tão difícil quanto fácil.

3. Humano, demasiado Humano. Nietzsche. É uma reunião de pensamentos sobre diversos assuntos. Trechos bem pequenos, complexos e que você tem que se soltar da realidade pra entender a profunidade que o autor alcança. Peguei esse livro por acaso numa livraria e me identifiquei na hora.

4. O Velho e O mar – Ernest Hemingway. Um velho num barco tentando pescar o maior peixe da sua vida. Se você acha a história entediante tem que ler de novo, ou nascer de novo.

5. O Pequeno Príncipe – Saint-Exupéry. É a prova de que muito pode ser dito com simplicidade. Um livro que conversa com crianças e adultos no mesmo nível.

6. O Homem Que Calculava – Malba Tahan. Comprei no aeroporto, comecei a ler e não parei, e isso é culpa do autor. Mistura matemática com temas do oriente médio na medida certa.

7. Verônica Decide Morrer – Paulo Coelho. Encontrei esse livro perdido numa viagem de trem na Europa, procurei a dona e ao tentar devolver ela me disse que quando terminava de ler qualquer livro, largava em algum lugar para que o livro encontrasse alguém. Genial. E o livro fala bem do amor que temos que ter pela vida. Paulo Coelho pode desagradar muita gente que se diz culta, mas o livro é curto, bom de ler e mereceu minha atenção.

Gosto destes livros como amigos, consulto passagens e leio de novo porque não canso, sempre tem algo novo pra refletir, que passa no livro e na sua vida.

Piores livros: Qualquer um que tenha o papel rugoso e de baixa qualidade. Aquela coleção do jornal O Globo me irrita passar as páginas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *