Como Construir um Rig de Mineração (Ethereum Zcash Monero Pascal etc) – parte 1 – hardware

By | julho 9, 2017

Em maio de 2017 comecei a aprender bastante sobre o mercado de crypto moedas, já ouvia falar bastante de bitcoin e tenho vários amigos que apostavam e ainda apostam na moeda, porém houve um boom de outras que foram aparecendo e vi que não dava mais para ficar de fora desta onda, seja comprando alguma moeda tipo bitcoin ou fazendo a mineração.

Isso era em maio de 2017, em 2 meses a dificuldade de minerar ethereum mais que duplicou e mesmo assim, se você conseguir o equipamento certo pode ainda ganhar dinheiro, até porque o mesmo hardware pode ser utilizado em outras moedas tais como Zcash, Monero, Pascal, etc..

Quando você começa a ouvir falar disso e pesquisa na internet, vai descobrir inúmeros sites que prometem meio mundo de retorno financeiro. Sendo bem objetivo, não acredite em cloud mining (mineração em nuvem com equipamento dos outros) nem em minerar via CPU sem equipamento de hardware dedicado. Muitos sites oferecem um software para você baixar e minerar no seu computador através da CPU. Isso só dá dinheiro para eles.

Para minerar crypto moedas você precisa de hardware dedicado, seja um equipamento para bitcoin tipo as antminers da Bitmain ou “rigs” de mineração com placas gráficas AMD ou Nvidia.

O cálculo do lucro que você pode ter na mineração tem que ser bem planejado. Você tem que pesar o custo do hardware com o custo da eletricidade, duas coisas bem caras no Brasil.

Mineração de Bitcoins com os Antminers

As máquinas de minerar bitcoin são caras, difíceis de encontrar no mercado, fazem um enorme barulho e consomem muita eletricidade. Impossível ter uma antminer S9 ou T9 em casa por exemplo. Você precisa de um local dedicado, com ar condicionado ligado o tempo todo, e que seja acústicamente protegido para o barulho que a máquina faz.

Rigs de Mineração

Os rigs de mineração são na minha opinião o único caminho atual para se ganhar algum dinheiro sem muito custo. O rig nada mais é que um computador (motherboard) com várias placas gráficas poderosas, fazendo milhares de cálculos matemáticos necessários para a mineração.

Equipamento Mínimo para Rig de Mineração

Qual o equipamento mínimo que você precisa para poder minerar? Você precisa de uma placa mãe, memória RAM de 4GB, processador básico (básicão mesmo, nada demais), fonte de alimentação de no mínimo 1000 watts e PCIe risers (extensores do slot pci para suportar as várias placas gráficas).

Motherboard (placa mãe).

Recomendo a asrock H81 PRO R2.0 ou caso não ache, as com chipset asus z170/z270. Atualmente eu uso as duas, a asrock mais fácil de configurar e a asus z170 depois que você aprende, ela é uma excelente opção para 5 placas gráficas (não consegui configurar a asus para mais de 5).

Você pode usar outras motherboards? Pode sim, mas deve ter certeza que ela suportará várias placas gráficas, não é qualquer placa mãe que faz isso.

Outras placas que o pessoal usa por aí:

  • Biostar TB250-BTC
  • MSI Z170A
  • ASUS PRIME Z270-A
  • MSI Z170A Gaming M5
  • Gigabyte Z170X G5

Placas gráficas AMD

As melhores placas gráfica para mineração são as AMD Radeon, agora nos modelos RX570 e RX580, as antigas RX470 e RX480 ainda são as mais eficientes em performance (mais processamento) e menos consumo de energia. Devem ter no mínimo 4GB de memória RAM, porém recomendo comprar de 8GB para ter mais longevidade. Estas placas estão bem difíceis de se encontrar no mercado, eu recomendo procurar usadas no OLX e no mercado livre, ir no Paraguai, etc. Não é fácil de encontrar, claro, devido à procura de gente querendo fazer mineração. Tanto a AMD quando a Nvidia prometeram lançar placas dedicadas à mineração que devem sair em breve.

A placa gráfica tem a capacidade de processamento medida em taxa de Hash por segundo, hash é o o processamento matemático (não vou entrar em detalhes) necessário para minerar. Quanto mais hash por segundo melhor. É o chamado HashRate.

Eu recomendo arrumar no mínimo 5 placas gráficas AMD nos seguintes modelos:

Outras como Gigabyte, MSI, etc também servem. Contanto que sejam RX x70 ou x80.

As AMD R9 390 são muito poderosas porém gastam energia demais, o que pode ser consertado via uma modificação na BIOS delas.

As RX470/570 conseguem um hashrate entre 23-26Mh/s e as RX480/580 entre 27-30Mh/s

De fábrica as placas precisam ter suas BIOS alteradas para ter a melhor performance. Isso é assunto para outro artigo que devo fazer a seguir.

Com esses valores aproximados em mãos você pode saber o quanto vai faturar por mês. Existem bons sites que calculam a rentabilidade levando em conta os custos de eletricidade.

O segundo site (MyCryptoBuddy) leva em conta o aumento de dificuldade da rede que implica em menos ganhos a cada dia que passa. Isso é importante para ter uma visão real do que você pode ganhar. O cálculo da dificuldade é estimado mas é importante e mais realista colocar esta diminuição dos ganhos na hora de fazer as contas.

Veja o artigo: Cálculo de rentabilidade do rig de mineração

Fonte de Alimentação (PSU)

A fonte de alimentação ou PSU como é conhecida, é uma importante parte do rig pois deve alimentar com eficiência todas as placas gráficas. Para 5 placas gráficas uma fonte de 1000 watts é recomendada, para mais que 5 você tem que usar uma de 1200w ou então usar duas fontes de 750w, o que complica pois deve usar mais cabos de conexão.

As duas fontes que usei e recomendo são a Corsair HX1200i ou HX1000i ou a Cooler Master:

Outras de 1000w e 1200w podem funcionar sem problemas, lembre-se do investimento que esta fazendo e se comprar algo inferior não pode colocar tudo a perder.

Processador (CPU)

Para um rig de mineração o CPU não é muito importante. Lembre-se que deve ser compatível com a placa mãe que comprar. Portanto um CPU com uma mínima capacidade dá conta do recado. Um celeron basta.

Memória RAM

A memória RAM também não é essencial no rig de mineração. Talvez seja melhor colocar 8GB se você for usar o sistema operacional do Windows 10 devido a agilidade e performance mais estável que isso pode implicar no rig. Eu tenho rig com 4Gb e com 8GB, posso dizer que os dois funcionam mas o de 8GB é mais estável não trabalhando no limite da capacidade.

Certifique-se que a memória é compatível com a placa mãe que comprar.

SSD (Disco rígido)

Você pode usar qualquer disco rígido, SSD e até pendrive no seu rig. Se for usar Linux com o sistema operacional Simplemining ou Ubuntu pode usar um pendrive. Eu ja testei de tudo e recomendo um SSD com o sistema operacional escolhido. Você terá menos problemas, acredite!

PCI-e Riser

O riser nada mais é que uma extensão do slot PCI para poder caber todas as placas gráficas. Como elas não cabem todas na placa mãe, você faz a extensão para colocar na armação que montará o Rig. Os risers são difíceis de encontrar mas você pode comprar até no Aliexpress, o problema é o prazo de entrega e como tempo = dinheiro, pode ser melhor comprar de um fornecedor que entregue mais rápido com um preço maior do que esperar.

Armação do Rig

Está ai uma parte que não precisa ser nada demais, pode ser contruída por você mesmo, em alumínio, madeira, qualquer material. Basta pegar as dimensões na internet, seja através esse link ai da Amazon ou pesquisando no Google. A armação do Rig é onde você vai montar sua placa mãe e também todas as placas gráficas. Deve ter espaço para ventilação e alguns até já incluem os ventiladores, embora eu nunca tenha usado algo parecido pois meus rigs ficam numa sala ventilada o suficiente (os rigs não esquentam tanto).

Sistema Operacional Para mineração

Aqui você tem algumas opções, sendo que o que vai decidir é sua experiência com tais sistemas operacionais.

Ubuntu: Se você manja de Linux, pode usar o Ubuntu. Vai dar mais trabalho de configuração mas para quem sabe isso não é problema. “Basta” baixar os drivers da AMD e o software de mineração.

Simplemining: O Simplemining é um Ubuntu simplificado, dedicado à mineração. Você baixa no site deles, instala num pendrive ou SSD, na instalação, muda apenas o seu endereço de email utilizado no cadastro. O simplemining faz tudo sozinho, mas custa 2 dólares por mês. Eu usei por algum tempo até ter problemas com uma placa que vivia desligando sozinha e então passei a utilizar o Windows 10. Eu recomendo o simplemining.

EthOS: Outro ubuntu dedicado a mineração. Tem um custo de licença. Eu nunca usei o EthOS pois acho que preciso da liberdade de minerar outras coisas quando quiser, não ficar preso a um software dedicado. Pode ser opção para alguns.

Windows 10: O Windows 10 64 bits é o único windows que consegue usar mais que 4 placas gráficas ao mesmo tempo. Fácil de instalar e com drivers bem atualizados de todas as placas. É a melhor opção caso você tenha a licença (cerca de 100 dólares) e também saiba configurar o Windows para não realizar atualizações do Windows Update automaticamente.

Instalando o Rig de Mineração

Instalar o Rig de mineração é como montar um computador normal, a diferença e complicador está em colocar as várias placas gráficas para funcionar.

Por isso eu recomendo iniciar com uma só placa colocada na motherboard. Monte tudo na armação do rig e comece o trabalho de configuração.

Configure o Windows ou o simplemining, se funcionar, vá acrescentando as outras placas de vídeo com os risers. No Windows você precisa baixar os drivers da AMD.

No próximo post vou falar de como configurar o software para o Rig, modificar a BIOS das placas, etc.

Dúvidas ou sugestões neste artigo, deixe um comentário.